AMB divulga pesquisa “Quem somos. A Magistratura que Queremos”

11/02/2019 - 16:10

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) divulgou, nesta segunda-feira, 11, a pesquisa “Quem somos. A Magistratura que Queremos”, em evento realizado no auditório da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), às 10h, com o apoio da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj).

A pesquisa foi desenvolvida ao longo de 2018 pelos sociólogos Luiz Werneck Vianna, Maria Alice Rezende e Marcelo Burgos, da PUC-Rio, e compara dados de levantamento feito pela entidade há 20 anos e mostra que o perfil da Magistratura mudou de certa forma, a exemplo da idade dos juízes da primeira instância, que correspondem à mais numerosa parte da categoria: a idade média aumentou entre os de primeiro grau. Em 1996, 13% tinham até 30 anos; em 2018, 2% têm até 30 anos.

Falando sobre a pesquisa, o presidente  da AMB, Jayme de Oliveira, afirmou que, para os magistrados, a principal causa de atrasos nos processos é a quantidade de recursos que um réu pode apresentar à Justiça. “O juiz é preocupado com um dos maiores entraves do sistema, que é a morosidade. Então, em inúmeras questões eles revelaram essa preocupação. Isso ficou bastante evidente”, disse.

O comissão que organizou a pesquisa foi coordenada pelo ministro Luis Felipe Salomão, do STJ, e pela presidente da Amaerj e vice-presidente Institucional da AMB, Renata Gil.

Clique aqui para ter acesso ao PDF da pesquisa na íntegra.

Com informações da AMB

Compartilhe
Logar-se para comentar
Nenhum comentário ainda.