Maurício Soares participa da abertura de curso da Ejef para aperfeiçoamento de magistrados

17/10/2018 - 20:10

O presidente da Amagis, desembargador Maurício Soares, participou na noite desta quarta-feira, 17, da abertura da 10ª turma do Curso de Aperfeiçoamento Jurídico e Gerencial para Magistrados, com enfoque no enfrentamento do Fenômeno do Contencioso de Massa e da Corrupção pelo Poder Judiciário. O curso, que vai até sexta-feira, dia 19, é uma promoção do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) por meio da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef).

Ejef

A solenidade contou também com a presença da 2ª vice-presidente do TJMG e superintendente da Ejef, desembargadora Áurea Brasil; da superintendente adjunta da Ejef, desembargadora Maria Luíza de Marilac; e do superintendente administrativo adjunto do TJMG e vice-presidente Financeiro da Amagis, desembargador Alberto Diniz Junior, que representou o presidente do Tribunal, desembargador Nelson Missias de Morais.

Na abertura, a desembargadora Áurea Brasil destacou que, para a consecução de bons resultados no âmbito jurisdicional, o magistrado não é alguém que precise apenas de muito conhecimento jurídico. Segundo ela, o domínio do saber ser juiz e do saber fazer é um constante desafio no exercício da magistratura.

Ejef

“Mais do que o domínio do Direito na sua teoria, as pessoas depositam no juiz a expectativa de que ele seja capaz de solucionar e mediar conflitos em contextos cada vez mais complexos. É preciso, portanto, um desenvolvimento pessoal e profissional constante em teoria, habilidades e comportamento”, ressaltou Áurea Brasil.

De acordo com a 2ª vice-presidente do Tribunal, o papel da Escola Judicial é estar ao lado dos magistrados, acompanhar as transformações da sociedade e aquelas que se apresentam no âmbito judicial e proporcionar, por meio de ações como o curso de aperfeiçoamento, a formação continuada com o objetivo aprimorar a atuação dos juízes.

Ejef

A palestra de abertura do curso foi proferida pelo desembargador Manoel dos Reis Morais, que abordou o tema “Magistratura e cuidado: o reconhecimento como forma de realização humana”.

Compartilhe
Logar-se para comentar
Nenhum comentário ainda.