Geraldo Augusto de Almeida é eleito para presidir o TJMG até junho deste ano

13/04/2018 - 10:50

O Tribunal Pleno reuniu-se em sessão especial na manhã desta sexta-feira, 13 de abril, para eleição e posse do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). O desembargador Geraldo Augusto de Almeida foi eleito para a complementação do biênio 2016/2018, com mandato até junho de 2018. Após a votação, o magistrado tomou posse. 

eleicao_pleno_tjmg_1

Geraldo Augusto é vice-presidente do Tribunal e ocupava interinamente a Presidência do TJMG desde fevereiro deste ano, quando o então presidente Herbert Carneiro se licenciou do cargo para tratamento médico. Herbert Carneiro faleceu no último dia 6 de abril.
TJMG

Após a solenidade de posse, o novo presidente do TJ agradeceu o apoio dos colegas e da família nos seus mais de 40 anos de vida judicante. Ele destacou que este é um momento difícil e inusitado na história do Tribunal e pediu que os magistrados se unam para que a gestão iniciada pelo desembargador Herbert Carneiro seja finalizada com a ajuda de todos.

Geraldo Augusto afirmou ter ciência de que cargos públicos são prestação de serviço e não pertencem a quem os ocupa. "O Tribunal de Justiça é muito maior do que cada um. Por isso, assumo esta honrosa missão pedindo a Deus que supra minhas limitações com o apoio de meus queridos colegas", declarou. 

Ao final de seu discurso, o presidente disse ainda contar com o suporte da Amagis no exercício de sua nova função.

Regimento

Em caso de vacância do cargo, o Regimento Interno do TJMG prevê a convocação de eleição para cumprimento do biênio que estiver em curso. No próximo dia 23 de abril, será realizada nova eleição para os cargos da mesa diretiva do TJMG, para o biênio 2018-2020. A posse ocorrerá em julho. 

eleicao_pleno_tjmg

Currículo

O desembargador Geraldo Augusto de Almeida nasceu em Juiz de Fora (MG). É bacharel em Direito, pela Universidade do Estado da Guanabara (RJ). Ingressou na magistratura em 1977. É desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais desde 2002. Foi juiz nas comarcas mineiras de Ibiraci, Passa Quatro, Santa Rita do Sapucaí, Três Corações e Belo Horizonte. Foi superintendente adjunto da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes em 2006/2007 e presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais. Foi eleito primeiro vice-presidente do TJMG e superintendente judiciário para o biênio 2016-2018.

 

 

 

Compartilhe
Logar-se para comentar
Nenhum comentário ainda.